Curso Europeu de Socorrismo

O Curso Europeu de Socorrismo é destinado a difundir conhecimentos gerais de primeiro socorro. Desta forma, habilita os colaboradores das empresas para executar as técnicas de primeiros socorros adequadas.

Os Primeiros Socorros são, por definição, o combinado de medidas adotadas aquando de um acidente ou doença súbita. Isto para melhorar ou pelo menos estabilizar o estado da vítima. Para que estas medidas sejam executadas em segurança, é fundamental que o socorrista assimile um conjunto de técnicas. Estas técnicas permitir-lhe-ão intervir rapidamente numa situação de emergência, de forma correta.

O curso de Socorrismo visa ainda a estabilização da situação de uma vítima de acidente ou doença súbita até à chegada dos meios de socorro.

Este curso de formação em Primeiros Socorros ou curso de Socorrismo é dirigido a operários, chefias intermédias ou quadros com possibilidade (ou em contexto) de socorrer os restantes colaboradores em situações de emergência.

Assim sendo, o Curso Europeu de Primeiros Socorros permite dotar os colaboradores de competências necessárias para formar ou reciclar as Equipas de Socorristas de acordo com os requisitos legais.

Curso Europeu de SocorrismoO tema de emergência e primeiros socorros ou socorrismo é um aspeto importante na formação geral dos trabalhadores em Saúde e Segurança do trabalho.

Aplica-se a todas as empresas, estabelecimentos ou serviços.

A Lei n.º 102/2009, de 10 de Setembro regulamenta o regime jurídico da promoção e prevenção da segurança e da saúde no trabalho.

Esta estabelece que o empregador deve disponibilizar o material adequado para o socorrismo ou para primeiros socorros.

Para além disto, deve assegurar a formação adequada dos trabalhadores, especialmente a formação permanente dos trabalhadores responsáveis pelas medidas de primeiros socorros no local de trabalho.

Estrutura do Curso Europeu de Primeiros Socorros

No curso de formação de socorrismo ou primeiros socorros serão efetuadas avaliações sumativas, por forma a validar as competências dos formandos. Os certificados de formação serão emitidos na plataforma SIGO. Desta forma, é assegurado o cumprimento dos requisitos associados aos Decreto-Lei 50/2005 e 102/2009.

A Direção Geral de Saúde (DGS) emitiu uma nota técnica em que preconiza os requisitos mínimos para a formação de primeiros socorros, nas empresas. A formação proposta para o Curso Europeu de Socorrismo, responde a esses requisitos.

Aos formandos com aproveitamento na avaliação sumativa será entregue um cartão de socorrista, com validade de 3 anos.

Opcionalmente, poderão ser disponibilizadas aos formandos máscaras. Este elemento funcionará também como porta-chaves, servindo como memória da formação.

O Curso Europeu de Primeiros Socorros tem duração de 12 horas e poderão ser alocados até 12 formandos por turma.

Conteúdos e temáticas do Curso de Formação de Primeiros Socorros.

Nesta formação são abordadas temáticas como:

– Sistema Integrado de Emergência Médica

– Princípios Básicos do Socorrismo

– Modus Operandi do Socorrista

– Suporte Básico de Vida

– Desfibrilhação Automática Externa – DAE

– Primeiros Socorros em Situações Específicas

  • Técnicas de Remoção e Imobilização de Vítimas
  • Intoxicações
  • Mecanismos de Trauma
  • Hemorragias
  • Feridas
  • Queimaduras

– Análise de Procedimentos em Situações Específicas

  • Lipotímia / Síncope
  • EAM e Angina de Peito
  • Epilepsia
  • Acidente Vascular Cerebral
  • Diabetes (Hiper e Hipo glicémia)

– Exercícios Práticos, incluindo inclui a realização de exercícios práticos com manequim.

curso europeu de primeiros socorrosObjetivos do Curso Europeu de Socorrismo.

Para além do principal objetivo da formação de socorrismo (primeiros socorros) que é a formação de equipas de socorristas, é também objetivo do curso de primeiros socorros:

– Compreender a Forma de Atuação do Socorrista e Enquadramento no Sistema Integrado de Emergência Médica.

– Conhecer os princípios básicos do socorrismo.

– Capacitar à utilização de técnicas de emergência incluídas no Suporte Básico de Vida.

– Capacitar à execução de técnicas simples de socorrismo em ambiente de trabalho.

– Capacitar à utilização de equipamentos básicos de apoio ao socorrismo.

– Saber efetuar o socorro em situações específicas e identificadas.

Entregas.

– Manual de Curso.

– Dossier Técnico-Pedagógico.

– Certificados de Formação (SIGO / DGERT).

– Cartão de habilitação pessoal, com validade aconselhada de 36 meses, para formandos com aproveitamento na formação (de acordo com Nota Técnica da DGS).

Testemunho do Formador

Assista a um breve vídeo de um depoimento de um formador de Primeiros Socorros de LTM.

Neste pequeno vídeo poderá ficar a conhecer os contornos do Curso Europeu de Socorrismo. Carga horária, conceitos, conteúdos e estrutura da formação e outras especificidades.

Para além disto, o formador fala da sua experiência  enquanto formador do curso de Socorrismo e Primeiros Socorros de LTM.

O Curso Europeu de Socorrismo ou Primeiros Socorros de LTM certifica os colaboradores das empresas (equipas de socorristas), nomeadamente, no que diz respeito às obrigações das empresas ao nível da formação em Socorrismo, Suporte Básico de Vida, Combate a Incêndios e Evacuação (Lei 102/2009).

Desta forma, a formação em socorrismo, irá dotar os participantes de conhecimentos gerais de primeiros socorros. Assim sendo, os formandos ficarão habilitados a identificar as situações e executar as técnicas adequadas. Em suma, o curso de socorrismo visa assegurar a estabilização da vítima até à chegada dos meios de socorro.

Após o processo de avaliação e uma vez concluída a formação com aproveitamento, será emitido Certificado de Formação Profissional.

Este certificado será emitido através do Sistema de Informação e Gestão da Oferta Formativa (SIGO).

Formação de Primeiros Socorros em Empresas

As empresas ou estabelecimentos devem ter registos das ações de formação ministradas em Primeiros Socorros.

Por isso, eu devo ter também uma listagem dos trabalhadores que frequentaram as ações de formação do curso de socorrismo.

Por fim, eu tenho que ter informação dos colaboradores aptos a prestar primeiros socorros.

A renovação da aptidão de socorrista da empresa deve ser realizada de acordo com o Plano de Formação de cada empresa, no mínimo de 3 em 3 anos.

Em suma, a formação de LTM é certificada pela DGERT, tem avaliação e os certificados, para os formandos aptos, são emitidos na plataforma SIGO (plataforma nacional de registo de formação).

curso primeiros socorrosPrimeiros Socorros no Local de Trabalho

O meu local de trabalho é onde eu passo a maior parte do meu tempo. É, por isso, natural que aconteçam imprevistos de saúde. Quebras de tensão, dores de cabeça e outros incidentes podem fazer-se sentir em horário laboral.

Sabendo disso, as empresas devem assegurar que possuem um Kit de Primeiros Socorros adequado ao tipo de atividade, local e condições de trabalho. Porém, de quando em vez, existe a dúvida: o que deve conter afinal um Kit de Primeiros Socorros de uma empresa?

Para começar é importante abordar alguns aspetos importantes quando eu planeio o Kit de Primeiros Socorros da minha empresa:

Saber o número de colaboradores e a dispersão nos postos de trabalho

Em primeiro lugar, eu devo sempre pensar no número de trabalhadores da minha empresa e a dispersão nos postos de trabalho. O conteúdo e o número de Kits de Primeiros Socorros nunca será igual para uma empresa com 10/20 colaboradores com postos de trabalho muito próximos e para uma empresa com 50/100 colaboradores dispersos por várias secções de trabalho.

Perceber o tipo de atividade exercida pela empresa

O tipo de atividade exercida é outro fator a ter em conta. Para trabalhos onde o risco de acidentes é elevado é necessário um Kit de Primeiros Socorros com materiais diferentes de um destinado a uma empresa cuja atividade exercida implica baixo risco de acidentes.

Conhecer a dimensão da empresa

A dimensão da empresa implica, por sua vez, uma maior ou menor dispersão dos postos de trabalho. Por isso, influencia fortemente a quantidade de Kits de Primeiros Socorros necessários. Em casos com áreas de trabalho muito grandes deve tomar uma decisão ponderada acerca da localização do seu Kit para que seja de fácil acesso para todos os trabalhadores.

Legislação Aplicável ao Kit de Primeiros Socorros Para Empresas

De acordo com o Artigo 75.º da Lei n.º 102/2009, Regime jurídico da promoção da segurança e saúde no trabalho, é atribuído às empresas a responsabilidade da prestação de cuidados de primeiros socorros aos trabalhadores que tenham tido um acidente de trabalho. Porém, a lei é pouco clara em relação aos procedimentos a adotar em caso de emergência e até mesmo da localização e conteúdo do Kit de Primeiros Socorros.

Assim sendo, para que eu saiba como organizar o kit de primeiros socorros na minha empresa e para privilegiar a flexibilidade da mesma, há alguns aspetos legais que devem ser respeitados. Tais como:

O Kit de Primeiros Socorros

– Autorizar aos Serviços de Saúde do trabalho ou de Saúde Ocupacional das empresas (ST/SO) a decisão sobre o conteúdo do Kit de Primeiros Socorros, bem como o seu número e respetiva localização. Este contexto é sempre influenciado pelo número de colaboradores, dispersão dos trabalhadores, área da empresa, tipo de atividade e fatores de risco profissional.

– Promover a integração dos trabalhadores com o curso de primeiros socorros e incentivar a administração da empresa em ministrar cursos de primeiros socorros para os seus funcionários.

– Dar a conhecer a localização da mala/caixa/estojo de primeiros socorros a todos os colaboradores. Este objeto de prestação de auxílio deverá estar num local acessível a todos e devidamente sinalizado e identificado.

– Rever periodicamente o conteúdo da mala/caixa/estojo de primeiros socorros (no mínimo uma vez por ano). É fundamental que todos os colaboradores conheçam o conteúdo do Kit de Primeiros Socorros e que tenham acesso fácil ao mesmo.

– Ter cuidado com as datas de validade e com a reposição dos materiais em falta. Juntar ao Kit de Primeiros Socorros uma listagem com alguns procedimentos básicos de tratamento: como desinfetar uma ferida, como tratar uma fatura antes da chegada dos serviços médicos, entre outros tipos de tratamentos.

Curso Europeu de Socorrismo