Operação e Condução de Empilhadores 

Curso direcionado a Condutores, Manobradores e/ou Operadores de Empilhadores e equipamentos equiparados, como operacionais de armazém ou outras atividades de movimentação carga.

A Formação dos operadores tem a duração de 8 horas, geralmente divididas em 4 horas destinadas à componente prática de condução e 4 horas dedicadas à componente teórica. Esta ação possui limite máximo de 12 formandos por turma.

Na vertente teórica do curso, a formação incide sobre a análise das características técnicas dos equipamentos de manobração e adequação ao uso, sobre regras de segurança e inspeções e verificações visuais a realizar pelos manobradores.

A vertente prática incide sobe a realização de manobras de elevação, condução e movimentação de cargas realizando as operações em ambiente real.

O curso será ministrado nas instalações do cliente e com os equipamentos disponibilizados por este, pois acreditamos que os formandos retirarão maior proveito da formação ao praticarem nos empilhadores com os quais trabalham diariamente.

Para operadores que apresentem mais dificuldades na Manobração ou Operação do equipamento, e/ou sem formação prévia e sem experiência de Manobração e Condução, a carga horária aconselhada é de 12 horas. Os conteúdos programáticos mantêm-se inalterados, sendo reforçada a componente prática de condução e manobração.

Objetivos:

  • Capacitar os formandos para a adotação de práticas mais seguras na condução, manobração e operação de empilhadores.
  • Reduzir o número de incidentes com estes equipamentos e, simultaneamente, aumentando o tempo de vida dos mesmos.
  • Capacitar os formandos para a condução e manobração de empilhadores, obedecendo às regras gerais de operação de equipamentos e elevação de cargas cumprindo as normas de segurança.
  • Munir os condutores e manobradores de conhecimentos acerca dos equipamentos mais comuns utilizados nas empresas para proceder ao movimento de cargas, incluindo verificações básicas.

Entregas:

  • Manual do Formando.
  • Certificados de Formação (SIGO/DGERT).
  • Dossier Técnico-Pedagógico.

Obrigação da empresa ao nível de manobradores de equipamentos (Decreto Lei 50/2005)

Decreto-Lei 50/2005 determina as prescrições mínimas de segurança e de saúde para a utilização pelos trabalhadores de equipamentos de trabalho.

Os equipamentos de trabalho automotores (empilhadores, pontes rolantes, plataformas elevatórias e outros) só podem ser conduzidos por trabalhadores devidamente habilitados.

Conforme Guia Prático sobre Segurança de Máquinas e Equipamentos publicado pela Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT), entende-se por “habilitado”, o colaborador que conclui com aproveitamento (formação com avaliação) uma ação de formação no respetivo equipamento, e cuja emissão de certificado seja feita através da plataforma SIGO.

A formação de LTM responde a estes requisitos. Conheça o conteúdo dos cursos, descarregando a proposta ou coloque-nos questões adicionais que queira ver respondidas através dos nossos contactos ou chat.

Antes de manobrar um empilhador deve ter em atenção os seguintes aspetos:

Perigos e Riscos

  • Queda e choque com objetos;
  • Queda de objetos sobre os pés;
  • Quedas dos operadores ao mesmo nível;
  • Atropelamento;
  • Esmagamento;
  • Desrespeito pelos princípios ergonómicos.
  • Entalamento.
  • Reviramento e empinamento (capotamento).
  • Incêndio ou explosão.

Medidas de Proteção/Prevenção

Antes de cada turno, o manobrador deverá verificar os seguintes pontos:

  • Se os seus sapatos não têm gordura ou estão húmidos.
  • Buzina.
  • Travões.
  • Nível do óleo.
  • Nível de combustível ou carga da bateria.

Semanalmente, o manobrador deverá verificar os seguintes pontos:

  • Alinhamento da direção.
  • Lubrificação dos elementos metálicos com massa e das correias.
  • Tubagens hidráulicas e suas conexões (ex.: fugas de óleo, desgaste, etc.).
  • Inspeção visual aos garfos
  • Estado de conservação dos pneus.

 

OBTER PROPOSTA